terça-feira, novembro 29, 2005

Blue Print

se eu tivesse uma alma,
venderia pro diabo,
pra nunca mais ter de sentir,
pra nunca mais ter de pensar.

se você ouviu falar,
de outros tantos loucos comodistas,
felizes só pela metade,
livre-se do mal, não se prenda,
a esperança repousa na gorjeta.

pra que tanto molho meu deus?
pergunta Rocco Garboso,
mas o meu pai não pergunta nada.

o homem por trás do óculos e do bigode,
é meu professor de matemática,
sinto lhe informar mas ele é alcoolatra.

3 comentários:

Mi disse...

o bigode apareceu nas entre linhas...how bizar...
t amo meu churuminho

polonesa disse...

é..alcolatra é oq existe no perido em q se rpefere morrer de vodka do q de tédio
bjos aninha!
ahh vamos marcar uma sinuca
hahhaa quero dizer um truquinho

Calças... disse...

eu também.