quarta-feira, março 08, 2006

que importam as dunas? tudo importa.

doce pregador,
apaixonado pelas próprias palavras,
metralhava, nós,
os desiludidos,
com qualquer verdade entusiasmada.
falava de mar,
perdigotos e palavras-consolo,
e de dentro,
quase inata,
me veio aquela imensa vontade,
que dentro de mim se esforçava,
e crescia e sufocava,
de ter sua mão,
na minha.

3 comentários:

Duda disse...

gostei aneths... bem engracado, e comedia de alguma maneira estranha.....

mas a pergunrta fica, de quem é a mão?

beijos

Hug disse...

Duda, não se mete!

ledinha disse...

hahaha
as dunas..que gatinhos fazem xixi..
aiai
bjos