sexta-feira, julho 27, 2007

vênus, meu amor

libação sem vinho é palavra
e quem ouviu falar
os sons que nunca se calaram,
no ar.
o silêncio da onda é um segredo só pra quem puder ouvir.
vêm no meu ouvido e diz o segredo do mundo,
bem baixinho, como quem não quer chorar mais.

Um comentário:

jubeths disse...

quiçá eu guardei ele em algum lugar (o segredo)