domingo, fevereiro 12, 2006

deixa-me ser fútil

olha, o colegial acabou,
morreu a grande instituição paternalista.

os amigos vão pelo mundo,
cada um em um canto.

daqui a pouco saio de casa,
nem falo mais com meus pais.

e sabe, eu nem sei mais quem eu sou.

acho esse um belo dum conceito de solidão.

2 comentários:

Anônimo disse...

é engraçado , como o vazio q sempre "inventamos" nos poemas se tornma concreto aos dezoito anos.
é um consolo idiota mas quase todas as epssoas q eu conheço estao assim ,perdidas...
Mas é hora de fazer nossas historias terem desfeiches e isso sinifica ação, ação, ação.
açoes diferentes das q semrpe fizemos.
O que o seu copro quer fazr agora ? de verdade?
no concreto do vazio há açguma porta?
O mundo é só um mar d epossibilidades
vi essa frase num filme
foda!
"Quem Somos Nós?"

bjos

Calças... disse...

muito bom.

baranga sumida.