quarta-feira, novembro 25, 2009

triste

quando a tristeza vem tão firme assim,
vem uma bebedeira na cabeça.
o certo vai se mal acostumando com o errado,
nubla decisão do sim e não.
daí os olhos pensam viagens,
ficam perdidos no horizonte..
e o corpo cede,
quer entrar pra dentro,
virar pedra, árvore.
os lábios mudam,
só por causa da alma.
a fome afrouxa em paradismo,
até o ar para a volta.
os pássaros nem tem mais o fôlego do vento pra bater as asas.
no marasmo dessa praia morta
só voa mosca,
e seu barulho é o mesmo som triste,
zumbido na orelha infinito.

Um comentário:

Carem Guerreiro - disse...

Eii .. segue o meu blogger .! Tah muito lindo aki !! e porfavor divulga !! www.caremggs.blogspot.com