quinta-feira, agosto 29, 2013

aqui

no silêncio da minha casa
solitude
e solidão.

solitude quando a música ecoa as minhas questões nas paredes porosas.
quando as plantinhas me olham com suas caras enigmáticas.
e eu me sinto compreendida pelo cheiro,
pela cor,
pela umidade ou secura da terra
que transforma e traz vida.
quando eu me alimento
pelas minhas mãos.
quando eu arrumo a cama e as roupas no armário numa ordem
já antiga.

solidão é cama desarrumada.
é quando chegam os pulgões.
quando o disco risca.
quando não tem fome só gula.

solitude é a saudade ir pro mundo e mudar
solidão é muda.

Um comentário:

Julia Bicalho Mendes disse...

solidão é muda.


ai babe....


se é.

solidão não muda.
não muda.

e eu permaneço
feito muda encolhida.
beijo em vc

de saudade e solidão.