terça-feira, abril 22, 2008

palavras

dar-se como quem não tem medo.
sem receio, viver é temer o tempo.
ébrio erro, a morte do desejo, o seio.

Um comentário:

juba disse...

É isso nets, viver é temer o tempo, e se eu não faço as coisas como eu faria se fosse morrer manhã, eu vivo do jeito que não é nem viver nem morrer, é se arrastar. e é assim que estou, pq amo mais a minha existencia com a sam do que sem ela, e se pra isso for preciso me arrastar até a hora em que ela perceba, eu me arrasto,. senão já teria morrido, e me atirado mesmo naquela rua como a ameaça.

e se for preciso me arrastar por toda a minha existencia?

eu me arrasto