sábado, novembro 25, 2006

do meu lado

de repente era tudo muito pouco.
soma irrisória de acontecimentos,
dias seguidos, intercalados por noites,
vazios - úmidos.

de repente já nem era mais real,
mais uma questão dessas de viver agoniada,
um quase nada,
seguindo o fluxo constante dos segundos.

suspeito que esse andar assim,
não leve a lugar algum.
sei que o transtorno da melancolia
é porque teimo em não escutar.
seja o patético ímpeto da alma,
ou ainda a famigerada vivência dos poetas.

acabo por me tornar uma viciada em solidão.

Um comentário:

Cadeira. disse...

Ih, alguém roubou um suspiro...

Solidão vicia.
Eu sei. Eu sei. Eu sei.