sábado, junho 30, 2007

tempo demais

olha nos meus olhos, eles já não dizem mais nada.
faço esses desenhos poucos com os dedos na areia,
o mar às vezes bate nas nossas pernas.
se você diz alguma coisa eu até respondo,
embora tudo continue calado.
os gestos e as mágoas.
as nuvens e as marés.
os amores e os ódios.
o mar às vezes bate nas nossas pernas.

2 comentários:

peixe disse...

dá uma mergulhada bicho

juba disse...

se bem que o mar as vezes muda, nao suporto livros de auto-ajuda