segunda-feira, maio 07, 2007

mao

acalma menina respira
pensar é sua terapia
me diga dos seus dias
deixe seus pés no chão
não voe tão alto
é árido o ar
rarefeitas são as sombras.

o caminho e as pedras
as pedras e o caminhante.

(sim, tema. pois o erro também está lá) .

o fim não existe até chegar,
qual projeto que não é como horizonte,
qual delírio que seca antes da fonte.

o caminhante, meu amigo,
é o todo, é o próprio caminhar.

Um comentário:

marina disse...

Aninha, adoro ler seus textos aqui..