domingo, outubro 29, 2006

oxalá

puxa vida, a solidão e a anonimidade agora me alimentam. qualquer parede, atenção, dever e função me oprimem tanto. não costumava ser assim, e mais uma vez, me cheira a esquizofrenia. vou viajar, pra mais uma vez, pros outros, não ser ninguém.



mentira.

2 comentários:

peixe disse...

minto contigo.

hug disse...

o inalienável direito à esquizofrenia paranóide